Notícias

projecto Ocean Revival que realizou ontem o primeiro afundamento de navios de guerra da Marinha Portuguesa

Guilherme Abreu Loureiro, sócio da LMT Abreu Loureiro, Correia de Matos e Galvão Teles, colaborou na pesquisa histórico-iconográfica dos antigos navios de guerra cedidos pela Marinha Portuguesa ao projecto Ocean Revival, o primeiro parque subaquático em águas portuguesas, que ficará situado a 5,5 km ao largo de Alvor, Portimão.

A investigação incidiu sobre a corveta Oliveira e Carmo, o patrulha Zambeze, o navio oceanográfico Almeida Carvalho e a fragata Hermenegildo Capelo, tendo ontem decorrido o afundamento dos dois primeiros.

O projecto Ocean Revival, que visa a promoção do turismo subaquático, resulta da parceria entre a Câmara Municipal de Portimão e a SubNauta, contando igualmente com o apoio da Marinha Portuguesa que cedeu as embarcações para o efeito.

A concretização deste projecto permitirá \"enaltecer a memória dos navios, dos seus patronos e prestigiar a história e a cultura de um país\", conforme referiu Luís Sá Couto, mentor do Ocean Revival.

A pesquisa histórico-iconográfica realizada por Abreu Loureiro decorreu junto do Museu da Marinha, da Biblioteca Central da Marinha e Arquivo Histórico e do Instituto Hidrográfico.

 

 

 

 Conferencia de Lourenco Correia de Matos na Real Academia de la Historia em Madrid

Lourenço Correia de Matos, sócio da LMT Abreu Loureiro, Correia de Matos e Galvão Teles, apresentou no passado dia 24 uma conferência intitulada La Orden Constantiniana de San Jorge en Portugal, a convite da organização do ciclo de conferências sobre esta Ordem, que decorreu na Real Academia de la História, em Madrid, comemorativo da sua instituição e dos 1700 anos da Batalha de Ponte Mílvio (28 de Outubro de 312).

Presidiu à sessão o Director da Real Academia, D. Gonzalo Anes y Álvarez de Castrillón, Marqués de Castrillón, acompanhado na mesa por S.A.R. o Senhor D. Pedro de Borbón, Duque de Noto, Grão-Prefeito e Presidente da Real Deputação da Ordem. Presentes também SS.AA.RR. o Senhor D. Carlos de Borbón, Infante de Espanha, Duque de Calábria, Grão-Mestre da Ordem, e a Princesa Dona Ana, Duquesa de Calábria.

Foram igualmente proferidas as seguintes conferências: Documentos pontificios acerca de la Sagrada y Militar Orden Constantiniana de San Jorge, por S.E.R. o Cardeal D. António Cañizares, Prefeito da Congregação para o Culto Divino; The independence of the Grand Mastership of the Constantinian Order from any claim to Sovereign rank: 1550-2012, por Guy Stair Sainty, reputado especialista na história das Ordens de Cavalaria; Constantino el Grande y la adopción del Monograma de Cristo en sus documentos oficiales, por José María de Francisco Olmos, doutor em História Medieval, decano da Faculdade de Ciências da Documentação da Universidade Complutense de Madrid; Mito, storia e diritto dell’Ordine Costantiniano di San Giorgio, por Alfonso Marini Dettina, licenciado em Direito e Direito Canónico, advogado da Rota Romana.